7/11/2008

Provavelmente o maior... erro do mundo

Não era igual a este, mas já era velhito também. Utilizei o meu cartão de sócio do SLB, pela última vez, provavelmente, em Abril de 2000. Foram cerca de quatro anos de idas consecutivas à Luz com amigos, sozinho, com os velhotes do bairro (que com cinco minutos de jogo já se estavam a levantar para se irem embora). Ao sol, à chuva, ao frio, sentado, em pé, a ver só meio do campo... Muitas vezes para sair com uma dor de cabeça e uns quantos golos no saco.

Agora resolvi "alistar-me" de novo. Mais! Assumi a loucura de comprar um lugar cativo! Dinheiro mal empregue, dizem uns, parvoíce absoluta... digo eu. Mas ser do Benfica é isto. É gritar por cada lance perdido, é barafustar por cada golo falhado (mesmo quando o adversário é o Barcelona ou o Manchester United), é ficar em êxtase com uma vitória frente ao FC Porto ou Sporting e é, inevitavelmente, chamar "Luisinha" ao Nuno Gomes.

Os adeptos de outros clubes não percebem esta loucura simplesmente porque, a maior parte, não procura viver as alegrias do seu próprio clube e prefere as desgraças do Benfica. Como sempre ouvi dizer, só há dois clubes em Portugal: o Benfica... e o anti-Benfica. Felizmente pertenço ao primeiro... para o bem e para o mal!

4 comentários:

Pedro Ribeiro disse...

Fiz um erro semelhante há quase 3 anos, no dia do Liverpool-Benfica.

Disse nesse dia "Já vi este clube fazer coisas gloriosas suficientes para me tornar sócio. Hoje independentemente do resultado, faço-me sócio".

Ganhámos e fiz-me sócio. Nesse dia, as meias-finais da Champions estavam ao virar da esquina, o Campeão Europeu havia sido eliminado por nós e já tinhamos feito a folha ao Manchester, tínhamos ganho 2-0 ao Porto nas Antas e parecia que o título ia ficar ao nosso alcance.

Depois foi a merda que se viu. Continuo com o Cartão de sócio, como se fosse um joanete, do qual me quero separar mas que já faz parte de mim, à espera do próximo momento glorioso que me recarregue as baterias.

Podia ser a chegada do Aimar... mas não vai ser.

Resta-me o consolo de ser tripeiro e conseguir não ser do Porto.

Abraços.

António Raminhos disse...

Bem tentaste avisar-me... mas foi tarde demais pá!

AR

Paula disse...

Eu não sou do Benfica mas também não sou do outro clube, o Anti-Benfica.
Sou Sportinguista, sofro pelo meu clube e procuro viver as alegrias do meu clube.
Claro que se ganhar ao Benfica, é mais uma razão para festejar e mandar umas bocas foleiras ao Benfiquista cá de casa!
E se ganharmos ao Porto, é a loucura total!
Mas pronto. Se cometeste a loucura de comprar um lugar cativo e estás feliz assim, força!
Estamos contigo! Mas depois, não chores sobre o dinheiro derramado.
:)
Bjs!

Pintinho disse...

Os meus sentimentos! Se tivesses comprado um lugar cativo no teatro bem melhor servido...

Atenção que eu não sou anti-benfiquista como já ouvi por aí dizer. Se tivesses comprado o lugar noutro clube qualquer, o meu conselho era precisamente o mesmo.