7/10/2011

O futuro visto pelo passado

Há uns dias recordava com um amigo as séries e filmes que marcaram a nossa adolescência e chegámos a duas conclusões: que já temos idade para falar do "antigamente" e de coisas que a malta mais nova nem sabe o que é e como o conceito de futuro se vai alterando de geração para geração.

Exemplo disso, era a série Espaço 1999, com Martin Landau, que inundou os ecrãs da RTP nos anos 80. É curioso ver como os criadores de uma série, em 1975, pensaram "vamos fazer uma série em que o homem conquista o espaço, tem uma base lunar e luta contra extraterrestres... quando? Eh pá 1999... ano 2000 já é muito à frente."

No exemplo em baixo ( um episódio completo para quem quiser combater a nostalgia) dá para perceber alguns pormenores engraçados. Como a mobília que na altura usavam e era considerada futurista hoje... é retro. Apesar de em 1999 andar tudo na lua, as calças boca de sino continuavam a ser um sucesso, assim como o bigode. Curiosamente, tanto as calças como o pêlo farfalhudo parecem estar de regresso.



Em 1989 estreou o Regresso ao Futuro, parte 2, onde Marty viajava para um futuro no qual os carros voavam, os skates não tinham rodas, havia um blusão que secava sozinho e as pessoas tinham uns Nike Air espectaculares. Ano em que isto aconteceu? 2015!

Pelo andar da carruagem é mais provável que em 2015 os carros não andem pela falta de gasolina, os skates não tenham rodas porque não há dinheiro e a malta vista trapos das lojas sociais. Esta é a primeira visão de Marty no futuro:


Têm mais exemplos?


4 comentários:

Fábio Paulos disse...

um futuro com carros voadores, extraterrestres acho que nem no final do milénio.
abraço

Ar1el disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Raminhos... pelo menos já temos os Nike Air Mags hehe Sairam 4 anitos mais cedo do que na viagem ao futuro...
http://www.youtube.com/watch?v=Llb_q-JkuKI

Paulo de Oliveira disse...

:)