9/23/2008

Captain's Log

Estamos na Madeira desde o dia 20 e dá para ver algumas diferenças curiosas, desde logo a começar pelo facto de nos sentirmos no estrangeiro. Vê-se muito mais camones do que portugueses e os portugueses são madeirenses o que dificulta, alguma vezes, perceber o que dizem.
Aqui, se pedirem um café, dão-vos sempre chávena cheia. Um café normal é "meia-chávena", uma meia de leite é uma chinesa, um abatanado é um... chino. Ainda não consegui entender este fétiche com os senhores de olhos em bico.
Aqui tudo é bonito, limpo e organizado ao ponto de se ver homens a limpar a rua à mangueirada... enquanto chove. O clima é tropical e, por isso, há baratas, muitas e grandes. Juntanto estes dois aspectos chegamos à conclusão de que é mais fácil pisarem uma barata do que uma beata na rua.
Come-se bem seja carne ou peixe. Só não ligo muito ao milho frito, mas o resto é bom para a engorda. Um dado importante... sempre que se tenta imitar o sotaque madeirense... sai açoreano.

4 comentários:

Paula disse...

Parece tudo muito bonito. Agora, essa história das baratas... Hum... Quando estive em Miami, também havia baratas aos pontapés. Grandes, gordas e com asas... Que nojo!
:)
Bjs!

Casemiro dos Plásticos disse...

O Alberto João se te vir vai-te chamar cubano, vais ver...

Paulo Teixeira (Xavelha) disse...

Epá.. fiquei curioso, não existem baratas no continente??? nem mesmo no Algarve que supostamente é mais quentinho??? já estive umas 3x no continente mas era puto logo tenho a chamada amnésia infantil, hehe, parece que os pais fazem de propósito em levar os putos a lugares que não conhecem para mais tarde "não recordar" lol.. portanto não me lembro de baratas entre outras coisas das minhas idas a pátria. Acho que ninguém gosta de baratas mas o que fazer pá.. elas existem... Quanto ao fetiche, uhm... eu pessoalmente até acho algumas asiáticas engraçadas lol.. Mas Raminhos, quanto as baratas espero que não tenhas visto nenhuma das que têm asas e que voam, hehe, sempre podem pousar em cima de um gajo enquanto se dorme.. e deixo com este pensamento muito reconfortante loloooooolol

Sercial disse...

Um precisão quanto ao assunto cafés: na Madeira um café normal é uma "italiana". Uma excepção à regra "asiática".