4/29/2008

Remem para aí

Cada vez dou mais importância à expressão "remar todos no mesmo sentido". É daquele tipo de frases feitas que pontuam o dia a dia de muita gente. Fica claro que basta haver um indivíduo que diga "afinal vou ficar parado" ou "preferia ir para o outro lado" para o barco começar a andar à roda e ficarmos todos no mesmo sítio.
Infelizmente, é por isso que muitos projectos não têm sucesso. Enquanto uns não estão a pensar do mesmo modo, outros estão preocupados em intrigas. Tudo isto com uma pitada de dor de corno de alguém e uma valente dose de falta de tomates da chefia- basicamente, são estes que dão o golpe final na coisa.
Para piorar, vêm depois os ditos especialistas dizer que o projecto tinha tudo para andar, mas que está tudo muito mal pensado ou que não há visão. Perdão. Há visão, talvez um pouco míope, vesga ou até com cataratas, que infelizmente não se cura com uma ida a Cuba (ainda) de Fidel.
Muitas vezes nem se trata de ganância, nem de ânsia de poder. Trata-se daquilo a que chamo: Complexo de ser português.

2 comentários:

Pintinho disse...

Apoiado!

Raminhos a Presidente!



Carimbo Azul

Eduardo Ramos disse...

Como te percebo Raminhos.
Como te percebo.